Viva um conto de fadas no Alentejo

Viva um conto de fadas no Alentejo

O Alentejo tem cenários que, além de impressionar, lembram os clássicos contos de fadas que conhecemos na infância: castelos imponentes, pequenas e charmosas vilas repletas de casas pintadas de branco, monumentos históricos e paisagens bucólicas. Conheça alguns desses locais que fazem os viajantes terem a sensação de viver nos tempos de reis, príncipes e princesas.

Odemira
Com jardins de encher os olhos, as casas brancas de Odemira são guiadas pelo rio Mira. Seus cenários são repletos de flores e muito verde, que transmitem uma intensa sensação de paz junto às águas tranquilas do rio.

Castelo de Estremoz
Já imaginou dormir em um verdadeiro castelo? Logo na entrada do Castelo de Estremoz, os hóspedes são recebidos pela estátua em mármore branco da Rainha Santa Isabel, que dá nome à pousada. Em seu interior, a decoração dos ambientes e suítes possui detalhes que remetem aos tempos de nobreza, o que fará qualquer um repousar como uma majestade.

Museu D. Leonor
Repleta de detalhes, esta construção transporta os visitantes aos tempos medievais, além de ter exposições que contam a história da região desde a pré-história. O museu está instalado em um convento do século 15, em Beja.

Castelo de Vide
No topo de uma colina em plena Serra de São Mamede, Castelo de Vide é uma linda vila alentejana, com ruazinhas de paralelepípedos e casinhas brancas e floridas. Está em uma localização perfeita para observar os arredores, garantindo uma vista impressionante dos campos.

Ourique
A charmosa vila de Ourique tem paisagens hipnotizantes e belos jardins. Dentro de seu castelo há um jardim que parece mágico, com vegetações e flores de diversos tipos e uma estátua de D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal.

Paço Ducal Vila Viçosa
O mais emblemático monumento de Vila Viçosa tem uma magnífica fachada de 110 metros de comprimento toda revestida em mármore. Já foi residência da Família Real portuguesa e, atualmente, expõe artigos como mobília, utensílios domésticos, vestuários e obras de arte, mostrando como era viver nos tempos da monarquia.